Buscar
  • Agência Glass

Marca x Branding - Aprenda a diferença!


Com a constante necessidade de diferenciação e disputa acirrada entre as empresas, podemos concluir que o branding se tornou uma peça-chave para conquistar uma marca forte no mercado, não é mesmo?


Nos tempos atuais em que a busca por fidelidade é cada vez mais difícil, gerir bem uma marca é o mínimo que você precisa para se manter sempre em destaque.

Porém, para você ser bem efetivo em suas estratégias é necessário saber bem a diferença entre branding e marca — porque apesar de atuarem sobre a mesma base, os conceitos são bem diferentes.

E foi justamente pensando em te ensinar mais sobre as diferenças de cada conceito que resolvemos fazer este artigo.


Entenda a seguir a conexão entre branding e marca.


Marca

Quando se fala sobre marca, é muito comum as pessoas citarem o logo de uma empresa como resposta, o que não é incorreto, mas o conceito sobre marca é mais amplo do que apenas criar um nome e ter um símbolo gráfico diferenciado como forma de identificação. 


A marca envolve a experiência que o cliente terá com ela, a percepção de seus valores englobando os 5 sentidos - ou os mais adequados para o seu tipo de negócio - , quando a fim de trabalhar a identificação de uma empresa e seus produtos ou serviços.


Isso significa que, mais do que contratar um designer para a sua empresa e transformar seu nome em um formato visual de identificação, todos os demais elementos que envolvem o seu negócio e estão em contato com os consumidores atuais e potenciais fazem parte da representação de uma marca.

Isso envolve tudo aquilo que, quando o cliente entra em contato com sua empresa, produtos ou serviços, representa o que ela é. Essa percepção contribui para a identificação da empresa e assim a preferência na hora da decisão de compra. Por isso que o discurso tem que corresponder com a qualidade esperada e com a realidade do seu negócio.

Além de tudo, existem diferentes tipos de marca: produto, serviço, coletiva e certificação e todas tem em comum a identificação. As formas de apresentação também são distintas: nominativa, figurativa, mista e tridimensional, o que nos ajuda a entender como o símbolo é importante. 


Por isso, quando criada, ela precisa ser representativa e apresentar elementos marcantes. Uma marca forte faz com que os consumidores percebam um valor muito maior nas soluções que ela tem a oferecer. 


Assim, os clientes terão facilidade de se lembrar de sua marca quando precisarem adquirir algum produto ou serviço que ela oferece no seu dia a dia. Consequentemente, poderão se tornar defensores dela e, então, divulgá-la para o seu grupo.


Branding

Branding, ou gestão de marcas, como é muito conhecido, é um conjunto de ações estratégicas que, quando aplicadas de forma eficiente, contribuem para a construção da percepção de seu consumidor em relação à sua empresa de forma positiva – ou seja, como você gostaria que ele a interpretasse.


O branding é algo mais amplo, é a gestão da marca, podendo ser definido como uma atividade estratégica, envolvendo um planejamento do posicionamento da empresa no mercado. 

Missão, visão, valores, posicionamento de mercado, propósito e personalidade são apenas algumas das funções desempenhadas pelo branding. O trabalho envolve, principalmente, a construção de uma percepção positiva do consumidor para com a empresa. 


Por esse motivo, é fundamental que você trabalhe em sua empresa essa percepção de maneira positiva e envolva os consumidores por meio de experiências inesquecíveis e marcantes.


Resumidamente, o branding estuda o público-alvo, a inserção da empresa no mercado, a melhor maneira de se comunicar com os consumidores, as melhores ações, etc. O resultado esperado é gerar reputação e reconhecimento para que seja possível diminuir inclusive os esforços para se manter na mente do comprador. 


Porém, vale ressaltar que esse é um trabalho demorado. É preciso ter dedicação para ser efetivo e ter um retorno positivo. Quando você consegue conquistar tudo isso, pode ter certeza que é bem mais fácil ter uma boa presença no mercado. 


Mas e as diferenças entre branding e marca?

Como vimos anteriormente, a marca é um conjunto de características que ajudam a identificar determinado produto ou empresa. Isso inclui características que podem ser vistas ou não e que fazem com que ela seja um elemento de diferenciação. Quanto mais clara e homogênea for essa identificação, mais defensores a marca conquistará. 


A marca é o resultado do branding — essa é a principal diferença entre os conceitos.


O branding trabalha estrategicamente em cima de uma série de fatores para embasar a marca e atrair pessoas para a compra ou a aquisição de serviços. 


Se a sua empresa vai se lançar no mercado, é importante que, primeiro, seu branding seja trabalhado corretamente. Você precisa pesquisar sobre seu mercado, seu ramo de atuação, conhecer o seu público e também colocar no papel os seus objetivos como empresa: suas crenças, seus valores, seus objetivos futuros, a mensagem que deseja passar, sua imagem, entre outros. 


Após isso você está pronto para criar sua marca. Pense na forma, nas cores, pois através delas sua marca pode transmitir aspectos como sofisticação, tranquilidade, jovialidade, entre outros. A fonte e o símbolo também dizem ao público o que esperar. É uma construção multissensorial, ou seja, é preciso pensar nos 5 sentidos para criar uma ligação. 


Gostou das dicas sobre branding? Se ainda tiver alguma dúvida, venha tirar com a gente ;)

0 visualização

Siga-nos nas redes sociais

  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • White LinkedIn Icon

© 2019 por Agência Glass.